Fobia Social – Você tem medo de socializar?

Fobia Social

A Fobia Social é um problema recorrente em grande parte da população, trata-se do medo de pessoas ou de qualquer situação que envolva se socializar.

Por exemplo: Apresentar um trabalho, fazer uma reunião, estar em uma festa com pessoas desconhecidas ou começar uma paquera.

As 11 Regras Para Conquistar Mulheres ..... DOWNLOAD GRÁTIS!

O problema pode trazer diversos prejuízos em todas as esferas da vida, uma vez que estamos na era da comunicação e interagir é fundamental para o sucesso profissional, social e até mesmo no relacionamento amoroso.

Por isso, é de fundamental importância que você procure meios para acabar com o seu medo de estar em público… E em casos mais relevantes, considere procurar um psicólogo para te guiar na identificação e tratamento das causas do problema.

Leia também: Os 5 incríveis hormônios da Felicidade

Conseqüências da Fobia social

As dificuldades mais comuns do medo de socialização, inclui:

  • Dificuldade em encontrar um relacionamento amoroso;
  • Círculo de amizades reduzido;
  • Solidão;
  • Psicopatologias como depressão e ansiedade;
  • Dificuldades profissionais;
  • Dificuldades acadêmicas;
  • Não conseguir se divertir em festas;
  • Isolamento social.

O problema pode afetar diversas esferas da vida do sujeito, ou até mesmo desencadear psicopatologias mais graves como crises de ansiedade ou a depressão. Por isso, é importante ter atenção especial quando a fobia começa a incomodar bastante.

Fobia Social tem cura?

Cura da Fobia Social

Sim! Mesmo que você tenha um medo crônico de estar em público, é totalmente possível através do tratamento psicológico.

A Fobia social é um medo de estar diante de pessoas, por sua vez o medo é algo aprendido, e tudo que aprendemos também podemos desaprender. Sendo assim, através da psicoterapia o psicólogo te ajudará a eliminar as crenças que desencadearam o seu medo de estar em grupo.

Portanto, fique tranquilo que você não precisa conviver com este problema que acaba gerando tantos prejuízos para a sua vida.

Leia também: 3 Técnicas mentais para perder a vergonha

Sintomas

Os sintomas mais comuns da fobia social, inclui:

  • Medo de falar em público;
  • Timidez diante de pessoas desconhecidas;
  • Dificuldade em se posicionar nas discussões em grupo;
  • Número reduzido de amigos;
  • Desanimo para ir em festas;
  • Sempre ficar próximo de algum conhecido em festas;
  • Jamais puxar conversa com desconhecidos;
  • Timidez para dançar;
  • Evitar usar qualquer coisa que chame a atenção;
  • Sempre faz amizade com pessoas introvertidas;
  • Sensação de sempre estar sendo observado.

Sendo que, o indivíduo socialmente fóbico normalmente apresenta pelo menos 4 dos sintomas elencados acima.

Fobia social e timidez

A timidez muitas vezes pode ser situacional, ou seja, você tem vergonha de conversar com uma paquera na festa, no entanto se diverte em locais públicos.

Já a fobia social engloba um medo geral de estar em grupo, gerando um considerável desconforto e uma vontade de se isolar.

Tanto a timidez quanto a Fobia social são problemas que impactam negativamente em várias áreas da sua vida. Entretanto, o socialmente fóbico encontra maiores dificuldade para solucionar os seus problemas.

E além disso, as consequências da Fobia Social normalmente são mais severas.

Leia também: Técnicas de auto-hipnose para vencer a timidez

Causas da Fobia social

Diversos fatores podem levar alguém a ter medo de estar em público, confira abaixo os principais.

  • Educação rígida na infância;
  • Modelo familiar excessivamente exigente;
  • Baixa autoestima;
  • Familiares que pouco interagem;
  • Rejeição na infância;
  • Bullying;
  • Experiência traumática em público.

Fobia social e a Terapia Cognitivo-Comportamental

Cognitivo Comportamental Tratamentos

A Terapia Cognitivo Comportamental parte do princípio teórico de que a Fobia Social está relacionada com o seu sistema de crenças.

Basicamente a visão sobre si mesmo, dos outros e do futuro fazem com que você desenvolva uma série de pensamentos automáticos, que por sua vez geram desconforto e ansiedade quando está em público.

Confira algumas crenças que pode levar uma pessoa a desenvolver Fobia Social ou timidez

Crença sobre si mesmo

“Eu sou feio”;

“Eu sou desinteressante”;

“As pessoas não gostam de mim”;

“Não sou capaz de falar bem em público”;

“Ninguém leva a sério o que falo”;

“Tudo que falo é bobagem”;

Crença sobre os outros/mundo

“O mundo é um lugar cruel”

“O mundo é um lugar perigoso”

“As pessoas podem me fazer mal”

“Não posso confiar em nenhum estranho”

“Não há lugar para mim neste mundo de pessoas egoístas”

“Se eu me descuidar, podem me fazer muito mal”

Crença sobre o futuro

“Ninguém vai gostar de mim na festa”

“E se eu gaguejar na hora da reunião”

“E se não souber o que falar com aquela garota”

“Todos vão rir quando eu começar a falar”

“Nunca serei uma pessoa divertida”

“Estou com um péssimo pressentimento se sair hoje”

Leia também: Os 5 pilares psicológicos para se tornar mais autoconfiante

Tratamentos para Fobia social

Fobia Social Tratamentos

Existem diversos tratamentos para a Fobia Social, desde medicamentos até opções paralelas às abordagens científicas.

A Terapia Cognitivo comportamental é uma psicoterapia com eficácia cientificamente comprovada no tratamento do problema.

Sendo que, o psicólogo trabalha no sentido de orientar o paciente na identificação e eliminação das principais crenças disfuncionais que estão envolvidas no medo de estar em público.

Técnicas da terapia Cognitivo Comportamental no tratamento da Fobia social

Trata-se de uma psicoterapia breve e estruturada, com objetivo pré estabelecido entre paciente e psicoterapeuta. Para isso, o tratamento utiliza-se das seguintes técnicas:

  • Técnicas de relaxamento;
  • Treinamento de habilidades sociais;
  • Exposição gradativa;
  • Reestruturação Cognitiva;
  • Questionamento socrático.

Fonte: Terapia cognitivo-comportamental da fobia social: modelos e técnicas

Medicamentos para tratar a Fobia Social

Normalmente alguns ansiolíticos e antidepressivos demonstram eficácia no tratamento farmacológico da timidez ou Fobia Social. Sendo ideal na maioria dos casos a combinação entre psicoterapia e psicofármacos.

Outros tratamentos para a Fobia Social

Existem tratamentos não comprovados cientificamente quanto a eficácia na cura do problema. Isso não significa que sejam ineficazes, apenas não passaram por rigorosos testes de comprovação necessários para todo conhecimento cientifico.

Confira os principais tratamentos paralelos para a fobia Social

  • Meditação;
  • Reiki;
  • Hipnoterapia;
  • Fitoterápicos;
  • Atividades coletivas.

Conclusão

A Fobia Social é um grave problema que afeta praticamente todas as esferas da sua vida. Contudo, a ótima notícia é que tem totalmente cura.

Acabar com a timidez e o medo de estar em público é se tornar livre, ter liberdade para fazer amizades, namorar, expressar a sua opinião e crescer profissionalmente.

É andar por aí de cabeça erguida sem a sensação de estar sendo atentamente observado por todos, ou com aquele incômodo nó na garganta.

Espero que o artigo tenha acabado com todas as suas dúvidas sobre a Fobia Social, e o mais importante, tenha colocado você na direção certa para entender o problema e buscar as informações necessárias para receber ajuda profissional.

Deixe seu comentário