Casamento em crise: 5 Mudanças que o casal deve fazer

Casamento em crise

Confira como salvar o seu casamente em crise com 5 mudanças que o casal precisa fazer com urgência

Um casamento em crise desencadeia uma série de problemas para o casal, tanto no que se refere à convivência quanto na questão pessoal, ou seja, ambos sofrem com as brigas, incluindo os filhos.

De acordo com o IBGE o número de divórcios no Brasil anualmente chega a 140 mil e cresce 75% a cada cinco anos. Um número assustador que certamente seria bem menor se os cônjuges aprendessem como administrar conflitos matrimoniais.

Principais problemas dos relacionamentos atuais

  • Dificuldade de diálogo;
  • Excesso de cobranças;
  • Ciúmes e desconfiança;
  • Ofensas verbais e físicas;
  • Um cônjuge sempre criticando o outro;
  • Terceiros dando palpites na relação;
  • Um cônjuge sufocando o outro;
  • Falta ou excesso de individualidade;
  • Pequenas mentiras;
  • Falta de sexo.

Visto isso, somente através de um trabalho contínuo o casal consegue solucionar os problemas e superar o casamento em crise. Então, confira a seguir as mudanças urgentes que precisam ser feitas.

5 ações urgentes para superar um relacionamento em crise

Antes de tudo, quero deixar claro que para superar um relacionamento em crise é imprescindível que o casal esteja empenhado em trabalhar juntos para solucionar os problemas. Além disso, quanto mais cedo começarem a trabalhar na mudança, maiores as chances de conseguirem melhorar a vivência dentro do matrimônio.

 1 – Acabem com o silêncio ensurdecedor no casamento

Inegavelmente a falta de diálogo é o primeiro problema detectado no casamento em crise. Nesse sentido as brigas passam a ser a linguagem do casal, ou seja, não há mais nenhuma chance de comunicação.

Uma discussão calorosa, deboche ou ofensas verbais servem apenas para deixar mágoas e aumentar o grau de raiva. Assim sendo, não há troca de informações para resolver o problema.

Por isso, você precisa chamar a sua parceira para sentar e conversarem. Explique para ela que está levantando a bandeira branca, que não pretende brigar.

Então, esteja aberto para ouvir tudo que ela tem a dizer, inclusive críticas. Do mesmo modo, fale para ele se esforçar para fazer o mesmo e ouvir os seus questionamentos. No entanto, apenas diga tudo que te deixa incomodado, evite fazer ofensas, piadinha ou cobranças excessivas.

Lembre-se que estão em um processo de negociação, e o objetivo deverá ser buscar o denominador comum. Em outras palavras, cada um cede um pouquinho para chegar ao meio termo que seja muito bom para ambos.

Dica importante para melhorar o diálogo no relacionamento

Focar em um problema específico em cada discussão aumenta as chances de sucesso. Nesse sentido, ao invés de em um único momento trazerem tudo a tona e desenterrar até mesmo coisas já superadas, busquem pegar o problema principal e resolvê-lo. Posteriormente abordem outras situações conflituosas.

Além disso, o casal deve priorizar uma conversa bem curta, objetiva e com uma comunicação clara, apresentando sentimentos e pensamentos em relação as atitudes do outro. (Schmaling et al., 1997)

# Outros artigos sobre relacionamento

Como fazer a sua esposa uma mulher feliz

Dicas de como tratar a mulher que você ama

Descubra como entender uma mulher intimamente

2. Cada cônjuge deve cuidar mais de si mesmo

O crescimento individual sem dúvida influencia na vivência do casal, por isso antes de cobrar que o outro mude, procure mudar as suas próprias atitudes.

Indiscutivelmente as ações individuais refletem no comportamento do outro, ou seja, se você mudar naturalmente a sua mulher também passará a agir de uma forma diferente.

Problemas como depressão, ansiedade e impulsividade geralmente resultam em comportamentos como ciúmes, desconfiança, ofensas verbais e até físicas. Por isso, buscar a ajuda profissional de um psicólogo pode ser um passo importante para melhorar a vivência dentro do relacionamento.

Em suma, antes de exigir a mudança no outro, busque mudar a si mesmo.

3. Flexibilize o casamento em crise

No casamento em crise geralmente há muita rigidez de ambos os cônjuges, ou seja, começa a ter um jogo de poder e ninguém cede. Nesse sentido aumentam-se as cobranças e diminui-se a cumplicidade.

Para se construir uma boa relação é indispensável haver negociação, cada um cede um pouquinho para se chegar a um denominador comum. Imagine que queira comprar um carro usado no valor de R$30.000,00 … Você oferece R$25.000 e depois de negociar o vendedor aceita fechar o negócio por R$ 27.500,00.

Desse modo, ambos cederam e houve uma negociação que acabou sendo positiva para os dois lados. Portanto, use este mesmo princípio com a sua mulher.

Se você gosta de jogar futebol todas as sextas e ela quer ir na aula de forró no mesmo dia, negociem para que em uma semana você jogue seu o futebol e na outra acompanha ela no forro.

Desse modo, vocês conseguem fazer um acordo em que cada um cedeu um pouquinho com o intuito de promover o bem estar do outro.

4. Troquem a reatividade pela reciprocidade

O principal problema matrimonial é a reatividade, ou seja, cada cônjuge age de acordo com o comportamento do outro. Por exemplo: “Ela preparou um sanduíche e nem me ofereceu… Então amanhã vou lavar apenas a louça que usa”.

E cada vez mais o casal age reativamente, isto é, fazendo menos pelo outro. Como resultado ficam sempre esperando que o outro dê o primeiro passo e por isso as coisas nunca melhoram.

Psicólogos da terapia de casal afirmam que a relação de um membro da família depende em parte do comportamento do outro. Partindo desse princípio, pode-se dizer que quem dá mais aumenta as chances de receber mais. (Minuchin e Nichols, 1998).

Então, levante a bandeira branca e dê o primeiro passo. Entretanto, não fique criando expectativa e esperando que ela retribua todos os seus movimentos. Apenas comece a ter algumas atitudes diferentes e deixe que naturalmente as coisas melhorem.

Além disso, promova a reciprocidade, ou seja, elogie e demonstre satisfação sempre que a sua esposa fizer algo de positivo.

5. Conselhos não é terapia de casal

Quando o relacionamento está em crise é comum outras pessoas passarem a dar palpite dos dois lados, agindo como terapeutas de casal.

Nesse sentido, você está sempre pedindo a opinião dos seus amigos e por outro lado a sua esposa fazendo o mesmo.

O problema disso é que as pessoas estarão ouvindo apenas um lado, o que pode ser perigoso na hora de aconselhar. E acima de tudo, por ser o seu amigo geralmente estará do seu lado, o mesmo acontecendo com a relação entre a sua esposa e as amigas.

Assim sendo, passe a dialogar com a sua esposa para resolver as coisas dentro do casamento, fale o que está te incomodando e ao mesmo tempo dê abertura para que ela também possa expressar as suas insatisfações.

Concluindo, para salvar o casamento em crise vocês precisam seguir 5 passos

  • Melhorar o diálogo no relacionamento;
  • Cada cônjuge buscar ajuda individual;
  • Tornar o casamento mais flexível;
  • O casal trocar reatividade por reciprocidade;
  • Mantenha terceiros longe do relacionamento.

Em suma, você precisa deixar de agir passivamente e assumir a responsabilidade para salvar o seu casamento em crise. A partir disso, dialogar com a sua esposa para que ela também passe a se empenhar na reconstrução da relação.

Aprender sobre os comportamentos de um Homem Alpha será de muita importância nesse processo. Para isso, em primeiro lugar leia mais conteúdos aqui no site, posteriormente baixe o nosso eBook gratuito clicando em um dos botões ou formulários espalhados nessa página.

Leave a Reply