Como influenciar pessoas usando a persuasão inconsciente

Como influenciar pessoas usando a persuasão inconsciente
março 5, 2019 Adriano Moura

Como-influenciar-pessoas

Antes de começar a leitura do artigo, aproveite para baixar o eBook grátis do Homem Alpha. CLIQUE AQUI e faça o download agora.

Descubra como influenciar pessoas usando 3 estratégias infalíveis da persuasão inconsciente

Descobrir como influenciar pessoas é fundamental para o crescimento em todas as esferas da vida. Bons profissionais convencem chefes e subordinados. Têm o poder da persuasão e conseguem parcerias mais facilmente. Além disso, o poder de persuasão impacta no aumento do círculo de amizades e impulsiona no relacionamento com as mulheres.

Mas, existe um pensamento comum de que persuasão é algum ruim, manipulatório. Logo, diferentemente do que se espalhou pela sociedade, a arte da persuasão não objetiva enganar, tendo como objetivo o benefício individual. O nome disso é manipulação.

Persuasão consiste na beleza da arte de convencer outras pessoas.

Vou exemplificar: imagine que uma vendedora te convence a comprar uma peça de roupa que não te caiu bem, apenas porque o item estava encalhado no estoque da loja. Isso é manipular.

Agora pense em uma situação bem diferente. Após você comprar uma camisa, a vendedora tenta te convencer a comprar também uma calça que combinou muito bem no conjunto.

Você percebe que nesse caso há uma relação de ganha-ganha? A vendedora bate a sua meta e te ajuda a escolher mais uma peça de roupa que te cai muito bem. Isso é persuadir.

Persuasão é você guiar uma pessoa para que tome a melhor decisão, sendo lucrativa para ambos.

E isso é amplo, porque se aplica desde a venda de um produto, até a chamar uma gata para um encontro. Afinal, você quer levá-la a um lugar legal, o que fará com que ela ganhe com a sua companhia e vice-versa.

Argumentos racionais X Persuasão inconsciente

A maioria das pessoas tentam convencer alguém com argumentos racionais, o que não costuma funcionar muito bem. Porque nosso cérebro possui estratégias para não cairmos em armadilhas. Por isso, dizer que “um produto é bom”, que você é “um ótimo profissional” e que “o encontro será inesquecível” são técnicas que não funcionam.

Logo, a melhor maneira de influenciar pessoas é fazendo apelos emocionais, ou seja, gerar emoções que favoreçam as ações corretas. Exemplos:

Exemplos de influência na comunicação

EXEMPLO 1: Convencer uma pessoa a comprar uma televisão

Usando o argumento racional:

– Essa televisão é de última geração!

Usando o apelo visual:

– Imagine você assistindo a sua série favorita, comendo uma pipoca nessa tela gigante e com som de cinema;

Sentiu a diferença nas duas abordagens? E tem mais:

EXEMPLO 2: Influenciar um cliente a fechar a compra de uma casa

Vejamos o argumento racional:

– Essa casa é bonita, resistente e o preço está barato

Nesse caso, percebe-se que se apela totalmente à lógica do possível comprador.

Veja então a diferença do argumento com outros apelos, além do racional:

– Morando nesta casa, você estará tranquilo porque sua família estará em um bairro seguro e terá pago pouco por tudo aquilo que o imóvel oferece. Enfim, terá feito um ótimo negócio!

Sentiu a diferença novamente entre a linha dos argumentos?

EXEMPLO 3: Convencer uma mulher a sair com você

Veja agora a diferença neste terceiro exemplo:

– Eu sou um cara engraçado, confiável e vou te fazer feliz!

Nesse caso, percebe-se que você está vendendo o seu peixe, e deixando a garota desinteressada, de cara, já que deixou explícito que está interessado nela.

Este outro exemplo é bem diferente:

– Tenho certeza que vai adorar o lugar, pois vai se divertir bastante e é o tipo de comida que você gosta.

Nesse caso, você não deixa claro que está interessado na garota, mas na companhia dela, o que cria um clima de mistério, já que deixa a entender que algo pode rolar. Além disso, o fato de levá-la a um local legal faz toda a diferença.

Logo, você percebe a diferença? Quando usa apenas de elementos racionais, você está trabalhando a nível consciente. Como resultado, a pessoa que está para ser convencida vai raciocinar sobre o que está propondo. O que fará que ela rejeite sua proposta, pois os seres humanos geralmente tomam decisões que são baseadas na emoção, deixando a razão para segundo plano.

Uma mulher, por exemplo, não sai com um homem pelo que ele é, mas pelas emoções que ela sente ao lado dele (segurança, tranquilidade, excitação…). Do mesmo modo, você compra um produto pelas emoções que poderá sentir ao utilizá-lo e não pelas questões técnicas.

É claro que argumentos lógicos são importantes, mas eles possuem pouco poder de persuasão se não forem acompanhados de apelos emocionais.

Grandes influenciadores convencem pelas emoções que passam para as pessoas. São capazes de fazer com que a outra parte naturalmente se sinta confortável, segura e realmente motivada a fazer algo.

De modo invertido, isso se aplica muito bem a um vendedor que tem um ótimo produto (atributos racionais), mas que é mal-educado. Dessa forma, deixa o cliente desconfortável e desconfiado, o que o leva a pouca efetivação nas vendas, porque não consegue trabalhar o aspecto emocional no exercício de seu trabalho.

OUTROS ARTIGOS RELEVANTES:

# Mental Coach: Descubra como aumentar o seu poder de influenciar pessoas

# Como usar a PNL para se tornar um homem mais sedutor

# O mapa mental dos homens extremamente persuasivos

Como influenciar pessoas usando o poder da persuasão

Confira agora algumas dicas para influenciar pessoas trabalhando nas suas emoções através da persuasão inconsciente:

1. A sua vibe influencia a disposição dos outros

Se você é uma pessoa ansiosa, certamente transmitirá a sua tensão para os outros, o que bloqueia o seu poder de persuasão. Bons influenciadores, por outro lado, são calmos, confiantes e relaxados, o que os leva a transmitirem rapidamente essas emoções para quem está próximo.

E no seu dia-a-dia o poder de seu estado de espírito é mais vibrante que se imagina. Se alguém, por exemplo, está inseguro ou tenso, e passa a se sentir calmo e seguro perto de você, certamente estará mais propenso à sua liderança, que será a base para que todos te enxerguem como alguém tranquilo e confiável.

2. Suas atitudes influenciam ao seu redor

Se você é mal-educado ou mentiroso, dificilmente conseguirá influenciar pessoas e, sobretudo, fazer boas amizades. E a capacidade de transmitir confiança é fundamental, pois, na atualidade, estamos mais desconfiados do que nunca e basta um pequeno vacilo para que você ligue o alerta vermelho no cérebro alheio.

Logo, comece suas interações sendo gentil e com um belo sorriso no rosto. Seja fazendo uma venda, fechando um negócio ou conquistando uma mulher. O sorriso e a educação quebram resistências, potencializam o processo de persuasão e aumentam suas chances de sucesso.

Além disso, aprenda a ser verdadeiro. Se uma roupa não caiu bem em uma pessoa, por exemplo, não tente vender apenas para se livrar da peça. Da mesma maneira, se o bairro que fica o imóvel que você está vendendo é muito perigoso, fale a verdade e depois diga que o sistema de proteção da casa é eficiente. Isso é bem melhor do que falar que o bairro é seguro, e passar por mentiroso.

3. Use a política do ganha-ganha

Demonstre para a pessoa que você vai lucrar caso ela tome determinada decisão, mas que também está preocupado com o bem estar dela, isso gera confiança.

“Eu quero ganhar a minha comissão, mas somente se isso deixar o cliente satisfeito com o produto que comprou”. E não é questão apenas de dizer isso, seja coerente com este pensamento e preocupe- se com o bem estar das pessoas.

Use o princípio da similaridade

“Interessando-nos pelos outros, conseguimos fazer mais amigos em dois meses do que em dois anos a tentar que eles se interessem por nós” Dale Carnegie

Ao longo da conversa busque pontos em comum com a outra parte. Quanto mais ela perceber que possuem coisas em comum, mais estará aberta a sua influência.

Além disso, faça também perguntas pessoais. Pergunte qual o time que ela torce, qual sua comida preferida, em qual cidade nasceu. Use também frases como: “eu também torço para este time”, “também gosto de comida japonesa”.

Apenas seja verdadeiro, não minta que gosta de algo apenas para agradar.

E com a aplicação dessas técnicas simples, você já aumenta consideravelmente o seu poder de influenciar pessoas através da persuasão inconsciente. Agora basta colocar em prática.

E se gostou do conteúdo do Homem Alpha, não deixe de baixar a sua cópia do e-book gratuito do site. Basta clicar em um dos botões espalhados por toda página.

1 Comentário

  1. Thiago 2 meses atrás

    Boa noite Adriano, primeiramente obrigado pelos antigos postados são de ótima qualidade, você consegue expressar através deles fatos que realmente condizem com a realidade. Em relação a capacidade de influenciar as outras pessoas pelo poder da persuasão o que você relata no artigo faz muito sentido, pois quando demostro interesse pela outra pessoa buscando sempre pontos em comuns, quase sempre trago as pessoas para meu lado muito facialmente. Sou uma pessoa muito comunicativa as vezes até de mais, porém existe momentos que minha mente bloqueia no momento da abordagem fico um pouco inseguro e não consigo seguir em frente, no entanto já obtive muito sucesso pegando pelo menos o contato pra depois marcar alguma coisa.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.